09.11.2015 - A QEnergia é agora Infocontrol, S.A.  -  Saiba mais
A carregar...

Tecnologias dos Pára-raios Ionizantes

O Pára-raios Ionizante é caracterizado por antecipar uma descarga atmosférica através da emissão de um traçador ascendente, momentos antes que as tradicionais pontas de Franklin. A emissão do traçador ascendente consiste na criação de um canal ionizado que define o percurso da descarga atmosférica até à terra.
Existem actualmente 4 tipos de tecnologias de Pára-Raios Ionizantes no mercado nacional, residindo as diferenças no processo de  emissão do traçador ascendente. As tecnologias actuais são:
- Radioactivos
- Electrónicos
- Piezoeléctricos
- Perfil Especial



Pára-Raios Ionizante Radioactivo

Contem uma fonte radioactiva que torna o ar circundante permanentemente ionizado. Desta forma, antecipa a emissão do traçador ascendente. O uso desta tecnologia passou a ser condenada, por comprometer a segurança de pessoas através do risco de contaminação e exposição à radiação emitida. Na década de 80 surgiu legislação que proíbe o fabrico destes dispositivos e sugere a remoção dos sistemas instalados.




Pára-Raios Electrónico

Incorpora um circuito electrónico através da geraçãp de vários impulsos eléctricos para iniciar o processo de ionização do ar circundante. A eficácia destes sistema depende do momento exacto dos impulsos gerados, das características eléctricas da descarga atmosférica e do sistema de alimentação. Ao contrário dos pára-raios radioactivos, o sistema electrónico não está permanentemente a ionizar o ar circundante. Este apenas inicia o processo de ionização na eminência de uma descarga atmosférica, sendo que o sistema recorre ao campo eléctrico para carregar o circuito electrónico. O circuito é constituído por resistências, díodos, condensadores e bobines e necessita de um tempo de carga. Deve ser levado em atenção este tempo de carga, já que este pode ser demasiado elevado, correndo o risco de comprometer o desempenho do pára-raios (apesar de, tipicamente, não ser considerado em laboratório).

O  sistema de alimentação do pára-raios é uma das características mais vulneráveis desta tecnologia. Existem sistemas que adoptam baterias internas, sistemas de alimentação externas e sistemas que recorrem  ao campo eléctrico para alimentar o circuito electrónico. Os sistemas que adoptam sistemas de alimentação internas ou externas necessitam de uma manutenção rigorosa do estado de preservação. Os sistemas que recorrem ao campo eléctrico para alimentar o circuito são os mais vulneráveis devido aos efeitos térmicos e electromagnéticos sobre os componentes electrónicos.


Pára-Raios Piezoeléctrico

Contem um elemento piezoeléctrico para gerar impulsos e ionizar o ar circundante. O vento vai comprimir o elemento piezoléctrico que gera uma tensão mecânica. A tensão mecânica é transformada numa tensão eléctrica e aplicada a um elemento amplificador. Com o aumento do campo eléctrico, vai gerar um impulso que inicia o processo de ionização.

A eficácia dos pára-raios Piezoeléctrico dependem do momento exacto dos impulsos que originam a ionização do ar circundante. A dependência do vento nestes sistemas torna-os altamente susceptíveis a comportamentos anómalos devido às variações das tensões mecânicas geradas pelo vento.


Pára-raios Perfil Especial   

O pára-raios de perfil especial não contem nenhum elemento electrónico, piezoeléctrico, radioactivo ou qualquer outro componente activo para ionizar o ar circundante. A chave desta tecnologia consiste na geometria e nos materiais adoptados. O pára-raios de perfil especial adopta o principio de funcionamento de um dieléctrico. A energia do campo eléctrico aplicada ao dieléctrico origina uma diferença que potencial numa zona estratégica do pára-raios. Na eminência da descarga atmosférica a diferença de potencial atinge valores suficientemente elevados que originam a disrupção eléctrica.  A disrupção ioniza o ar circundante e emite o traçador ascendente.
A eficiência dos pára-raios de perfil especial depende apenas do campo eléctrico gerado pela eminência da descarga atmosférica tornando-o, desta forma, altamente fiável e resistente já que não tem qualquer tipo de sistema redundante.

 Pára-raiosPerfilEspecial.gif


 MACH60.gif

 A QEnergia realizou um estudo de mercado, comparando as diferentes tecnologias e respectivos modelos. Os pára-raios de perfil especial apresentam os melhores desempenhos , maior fiabilidade e durabilidade. Assim, a QEnergia apresenta no seu portfólio o pára-raios IONIFLASH MACH 60, desenvolvido para garantir a segurança em todas as condições de funcionamento.


 

Entre em contacto connosco




-






* Campo de preenchimento obrigatório
Pretendo subscrever na Mailing List

A carregar...